domingo, 2 de março de 2008

Chávez Alerta Uribe e o "Império" de Possível Guerra

Depois da entrada, sem autorização prévia, do exército colombiano em terras equatorianas durante este sábado na caça pelas FARC. Criou-se um impasse diplomático entre as nações vizinhas.

Do lado da outra fronteira colombiana, Chávez não se conteu e já disse que se Uribe mandar suas tropas para terras venezuelanas... dá guerra!

E também defendeu a tese de que a incursão colombiana foi imposta pelo Império Norte-Americano.

Cobertura da "TV Chávez":


Ao final da reportagem, a narradora revela a preocupação de Chávez pela paz para o povo colombiano.

Oi?!

---

O Chávez tem que se posicionar... até que ponto ele apoia as FARC? Acha um movimento legítimo?

Qualquer incursão, em região fronteiriça, de um país vizinho e amigo com a clara intenção de prender/exterminar uma organização de sequestradores e produtores de drogas é passível de compreensão - principalmente quando os mesmos estiverem isolados em uma determinada região. Ou seja, sem o risco de envolver pessoas inocentes.

É claro que o certo é que cada país atue dentro dos seus limites, mas até que ponto o Equador estava pronto para agir? Que tipo de informação e conhecimento as forças equatorianas tinham sobre o grupo no momento? Até que ponto as tropas de Uribe deveriam ter deixado a oportunidade passar?

Afinal, o fim das FARC é de interesse comum.

Mas enfim... pelo o que tudo indica - é os EUA mais uma vez - "Querendo salvar o mundo" (e capricha nas aspas hein!)

2 comentários:

Gabriel Tatagiba disse...

Hugo Cháeves apoia as Farc. E o fim dela, pois, não é de interesse comum, mas só dos civilizados. Higo Chávez, ao dar apoio aos terroristas, nãoe stá nesse grupo.

Anônimo disse...

Nossa, você acha que tudo bem matar pessoas porque aparentemente algum militar decidiu que elas cometeram tal ou tal crime? Acho melhor rever essa partezinha de cima em que você diz que o blog não é de direita...acho que nem o Bush diz isso abertamente.