quarta-feira, 7 de maio de 2008

OBAMA É O Nomeado Democrata

A matemática e a probabilidade de Hillary conseguir conquistar mais delegados que Obama, se não impossível, vem sendo considerada improvável já há algum tempo.

Mas ontem a noite, quando o resultado das primárias da Carolina do Norte e de Indiana estavam com sua apuração quase terminada - Tim Russert, que é um dos jornalistas políticos mais respeitados do país, deixou claro que o fim da disputa Obama X Hillary está próximo:

"Agora nós sabemos quem será o representante democrata" e continua, "algumas vezes em campanhas, o candidato tem que reconhecer a melhor hora [de desistir] (...) e se os rumores de que Hillary Clinton está doando mais dinheiro para sua campanha for verdade (o que foi confirmado), os Clintons tem uma grande decisão para tomar pela manhã".

Ele ainda destaca a falta de capacidade de Hillary arrecadar dinheiro, lembrando que quando ela venceu o estado da Pensilvânia as pessoas ainda apostavam nela, mas agora as pessoas não veem mais uma chance real de vitória. Com isso, ela fica sem argumento para os super-delegados que ainda estão indecisos com relação a que candidato apoiar.

Inglês


E este próximo vídeo mostra que essa não é uma idéia isolada de Tim Russert, a mídia parece ter tomado a sua decisão.

Inglês


Como tudo isso acaba?


Em breve uma "avalanche" de super-delegados revelarão o seu apoio a Obama. Em resposta, Hillary terá de fazer o mesmo - sair da corrida e apoiar o colega de partido. A ex-primeira dama terá de se contentar com seu mandato de senadora. E se desejar, concorrer ao governo do estado de Nova York em 2011.

E aí sim! Obama X McCain até Novembro.

4 comentários:

Spencer disse...

Será que ainda seria possível a chapa dos sonhos, Obama/Hillary?

Bruno Hoffmann disse...

Para mim a chapa dos sonhos é com a Hillary bem distante da Casa Branca...

Uma boa opção para Obama seria Claire McCaskill, senadora pelo estado do Missouri, ela tem sido uma de suas apoiadoras mais veementes. Sempre está na TV colocando o ponto de vista de Obama e defendendo a sua campanha.

(além de ser branca e loira - assim como Hillary - o que aqui pesaria bastante).

A questão é que Obama precisa de um vice que tenha mais anos de experiência política, principalmente no executivo... o que não é o caso da senadora, por isso, McCaskill talvez não seja a melhor opção.

A conferir...

the talk of the town disse...

Os Clinton's perderam a oportunidade de sair por cima. Desistir em nome da unidade do partido (uau, tem ate uma sonoridade especial dizer isso) ANTES das principais revistas semanais chegaraem às bancas.

Esta ai a The Economist e a Time dessa semana pra provar.

Sobre a chapa dos sonhos. Está mais pra pesadelo, pq dentro do processo de luta politica, é hipocrisia achar que adversarios que se atacaram tanto trabalhariam juntos.

Para mim a chapa dos sonhos seria o Obama e o Edwards. Vamos ver quem vai ser o escolhido. Pra mim vai ser de suma importancia pro Obama, escolhar a pessoa certa, que anule certas duvidas do eleitor americano, tipicamente conservador.

Abraços,

Spencer disse...

Não creio que tal chapa seja um pesadelo pelo simples fato de hoje eles serem adversarios, hipocrisia é acreditar que os adversários de hoje não possam se complementar amanhã, há enorme diferença entre adversários e inimigos, um dos motes da campanha de Obama é justamente a aproximação entre Democratas e Republicanos, é superar diferenças por um bem maior. Quando chamo a chapa Hillary/Obama (ou vice versa)de chapa dos sonhos é porque acredito que os dois se complementariam na visão do eleitorado norte americano, criando ainda mais chances de acabar com o domínio republicano, sozinho, qualquer um dos dois, em minha opnião, terá imensas dificuldades em vencer o senador McCain. Como dizia o velho Magalhaes Pinto " Politica é como nuvem, voce olha agora está de um jeito, vira a cabeça e olha de novo, já está de outro..."